Idolator: Kylie fala sobre o álbum 'Christmas', trabalho de inéditas, infância!

Em entrevista para o repórter Mike Wass do site Idolator, Kylie revelou detalhes, sobre o recente lançamento do "Christmas", lembranças de sua infância, volta do Dance/Pop em futuro trabalho de inéditas e muito mais. Confira:

Kylie, qual foi sua inspiração para lançar um álbum com tema natalino?


Eu sempre pensei que iria fazer um álbum de Natal, era só um caso de quando. Esse ano terminei a "Kiss Me Once Tour", fiz alguns shows de verão no Reino Unido (UK), e em junho estava livre. Eu realmente tive um tempo vago na minha frente, o que não soa bom para mim. Mencionei para algumas pessoas da minha equipe e eles falavam, “O que você quer fazer pelo resto do ano? Quais são os planos?”.

Eu disse, “Estou pensando em um álbum de Natal, na verdade.” Tive essa ideia desde a última vez que estive, em Los Angeles na casa de um amigo para um jantar comemorativo, e sua namorada junto de umas amigas me perguntaram, “Você já produziu um álbum de Natal?” Eles achavam que eu já tinha feito, e quando disse que não, eles falaram, “Você tem que fazer isso. Seria incrível. Queremos tanto ver seus figurinos natalinos."

Digo que a semente foi plantada ali. Então, em junho, eu mencionei isso para minha equipe,e nós nos apressamos a fazê-lo. Deu tudo certo. Não tínhamos aquele estresse nem ansiedade que vinha quando fazíamos um álbum normal, então era preenchido com diversão.


Como você escolheu as músicas? Tem algumas especiais.

Inicialmente, eu perguntei a alguns amigos e colegas, “Digam-me suas 10 músicas Natalinas favoritas.” Apenas para ter uma ideia geral, e havia alguns denominadores comuns entre eles e, em seguida, outros que me ajudavam a pensar. Então, trabalhei com meu produtor para ter... não foi uma pequena, mas sim uma longa lista. Nós, então, escolhemos as músicas e fizemos demos.

Você pode interpretar muitas coisas sobre essas músicas de diferentes formas, então por saber que tínhamos permissão para usar a voz de Frank Sinatra, nós tínhamos que ter uma música que fosse mais alegre – E então, por causa dessa música alegre, poderia ser feito a música anterior ser interpretada de outra maneira. Eu, provavelmente, expliquei muito mal, mas estava apenas tentando dar um entendimento do balanço quando for escutar o álbum.

Ficou ótimo. Eu amei, pois você colocou um clima festivo na música do Yazoo (Only You).
Obrigada! Eu tenho que agradecer James Corden por isso, foi ele que sugeriu.

Como ele entra nesse “mix”?

Fui para uma das minhas muitas, muitas primeiras reuniões com a minha gravadora e nós estávamos apenas fazendo um monte de listas com nomes que poderiam fazer parte do projeto, ou nomes que não poderiam fazer parte, mas que teria a chance de nos guiar a alguém. Um desses vários nomes foi James. Eu já o havia conhecido, já trabalhamos juntos antes. E, como o resto do mundo, eu sou uma grande fã. Ele é incrivelmente talentoso.
Então, fui até ele. Quando falei, ele me contou, que era doido pela Natividade. Ele ama essa época comemorativa. Disse que seria emocionante fazer isso, então estava dentro. Novamente, mesmo processo, classificando várias músicas diferentes, e tentando achar algo que daria certo para nós dois. Ele veio com essa sugestão que, como você disse, não é uma canção de Natal. Mas tem... um sentimento Natalino.
Ele está recebendo tanta recepção positiva, porque ele canta lindamente. Não era o que as pessoas esperavam. Eles pensaram que poderia ter um aspecto cômico, mas é tão sincero, e absolutamente charmoso.


Você convidou vários amigos de longa data, para este álbum. Steve Anderson, Karen Poole, Ash Howes e Richard Stannard. Você teve lembranças da era Fever?

Depois do álbum "Kiss Me Once" que, trabalhei com milhares de pessoas diferentes - Eu provavelmente posso estar enganada, talvez fosse mais - Senti que queria trabalhar com pessoas que eu conheço melhor, com mais, amor e confiança. Só queria manter o termo família. Nós tínhamos apenas, três sessões de escrita. Fizemos a primeira sessão em dois dias. Nela escrevemos "Oh Santa" e "100 Degrees".

Fazia centenas de graus lá fora, e fui direito ao trabalho com, Steve. Na verdade, acho que eram 36º c. Então, eu tinha um par de sessões com Karen e Matt Prime. Ainda não tinha trabalhado com o Matt antes, então foi divertido. Cada sessão foi produtiva. Senti-me muito bem e leve. Não posso dizer isso sobre outros álbuns. Isso ajuda nos limites impostos pelo tema natalício.

Há certas regras que devemos seguir, ou guias em que você tem que ficar.. Com o desenvolver das músicas antigas e novas, foi interessante pois você precisa ter algumas faixas normas e mais clássicas, eternas, e depois ver como suas novas canções se encaixam. Eu acho que todas as novas músicas, com exceção de "100 Degrees", possuem uma vibe diferente, mas todos elas soam estranhamente familiar por causa do elemento de Natal.

Sobre "100 Degrees". Sendo fã numero #1 de Dannii, estou super emocionado com a parceria. Como foi voltar a trabalhar com ela?

Nós percebemos que não tínhamos, gravado juntas algum em estúdio há anos. Eu nem sei por quanto tempo, não tocamos juntas no palco, mas para estar no estúdio e fazer algo, que não seja especialmente para os vinil [risos] ... produzir algo para um álbum, foi muito divertido. Sabíamos que era algo diferente, e que era muito dela e meu.

Na edição "Deluxe", há alguns vídeos do processo de gravação, basicamente, que todos podem olhar como irmãs normais. Foi muito divertido. 

Vocês possuem vozes muito semelhantes.

Sim. Há um tom Minogue, isso é certo. Ela tem uma entonação mais profunda, sem forçar - queríamos que as pessoas soubessem quem estava cantando. Como um fã, você provavelmente seria capaz de identificar ambas. Mas na primeira vez que cantamos, ouvíamos, "Quem? Quem era essa? Espera, espera". Eu acho que as coisas funcionaram realmente bem.

Anteriormente você mencionou que o "Kiss Me Once" teve sessões um pouco ... estressante. Foi um alívio poder se descontrair um pouco?

Esse foi certamente mais agitado! Sim, foi um alívio. Isso é parte da temática natalina. É por isso que eu não queria estar correndo para todo lugar e experimentando coisas novas. Eu só queria sentir vibrações positivas de amor e familiar. Não tentando de qualquer jeito, mas sim trabalhar com pessoas que sentia que poderia obter o melhor de mim de uma forma agradável. 


Steve Anderson e eu, fomos apenas como, "Bem.... Aqui estamos! "Ficamos satisfeitos. Ele fez essa grande obra sobre isso, e ele tem experiência prévia com outros artistas sobre álbuns festivos, então eu sabia que ele basicamente conhecia todas as músicas de Natal que existem. Eu não. Nunca tinha ouvido "Christmas Wrapping" antes, por exemplo. Para mim, havia um grupo de canções que obviamente eram familiar e, em seguida, um par de faixas que eu nunca tinha ouvido antes.  

Recentemente entrevistei Fernando Garibay ...

Que bom!


Sobre o seu (EP + Garibay). Foi um grande som para você, você já pensou mais além do álbum "Christmas"?

Estou praticamente focada no modo festivo, mas ... você está pensando em algo que faz sentido para mim. Já posso me ver voltando completamente ao pop, depois disso. Às minhas raízes Dance / Pop. Não tenho ideia de como os fãs lembram o aniversário de cada canção. Me lembram através de tweets e posts. Não há uma contagem, mas, recentemente,  sei que foi o décimo segundo aniversário de "Slow".

Um clássico.

Penso em músicas como essa, e digo, "Se, gostaria de fazer isso de novo." Atualmente estou tão animada com o Natal em geral, mas imagino que com o novo ano, posso olhar-me no caminho habitual, de Pop / Dance. Seria muito divertido.


Você tem uma lista de desejos de produtores que você gostaria de trabalhar?
Não, eu não faço isso. Penso que há muito a ser dito... Mas adoraria trabalhar com, Richard Stannard novamente. Na verdade, tentei fazer isso recentemente, mas não tínhamos tempo. Desta vez foi somente para o Natal, mas há certas pessoas com quem realmente adoro trabalhar, como Karen Poole, que já trabalhamos juntos. Então, se essa oportunidade surgir, acredito que pode acontecer, ficaria muito satisfeita!


Eu sei que isto foge um pouco das perguntas, mas tenho que perguntar. Será que você vai lançar uma versão Deluxe do álbum "X", com todas as demos do famoso CDR de 3 discos? É o meu santo graal pessoal.
 

Oh meu Deus! [Gritos]. Bem, talvez se eu voltar a trabalhar com Richard, poderíamos tentar rever alguns deles. Existem faixas que me deixam enfeitiçada. Não queríamos que fossem divulgadas porque não estão finalizadas, mas nós adoraríamos terminá-las. É interessante que me digas isso... Se os fãs continuam interessados...

Confie em mim, ainda queremos ouvi-los.

Seria interessante, bem divertido. Metade do trabalho já está pronto! Tenho apenas que finalizar e pronto. Polir e pronto! [Risos]. Eu estou tomando notas.

Kylie Minogue e seus irmãos Dannii e Brendan.

Obrigado! Existe alguma lembrança de Natal que continuam em sua memória?

A recordação mais forte, é de ser criança no subúrbios em Melbourne. Tínhamos cerca de cinco, sete e nove, ou talvez quatro, seis, oito, algo assim. Dannii teria 4 anos, meu irmão seis anos, e eu tinha oito anos. Há uma fotografia de nós três, registrada na minha mente. Minha mãe tinha me dado um carrinho de boneca.

O carrinho caiu no meu dedo e eu acabei gritando. Foi um pouco traumático. Minha irmã ganhou uma bicicleta com rodinhas, com flâmulas no guidão. Eu gostaria de pensar que tinha as fitinhas. A foto é bem anos 70 e granulada. Minha irmã e eu possuíamos o mesmos vestidos. Um natal normal em família. Depois disso tudo terminamos na piscina. 

Esse ano você estará na Austrália para a data especial de dezembro?

Não poderei, porque tenho trabalho aqui (Reino Unido), então voltarei para Austrália, tenho alguns trabalhos por lá. Volto aqui (UK), para fazer o meu concerto de Natal no Royal Albert Hall, que vai ser incrivelmente divertido. Não vou voltar correndo para a Austrália novamente, então terei um Natal congelante.

Obrigado pela conversa. Foi emocionante.

Obrigado. É bom ouvir um sotaque australiano. Não estava esperando por isso.


Adquira o novo álbum de Kylie "Christmas"!
Idolator: Kylie fala sobre o álbum 'Christmas', trabalho de inéditas, infância! Idolator: Kylie fala sobre o álbum 'Christmas', trabalho de inéditas, infância! Reviewed by José Diniz on 11/19/2015 Rating: 5

Post AD